XXX Congresso Brasileiro da Ciência das Plantas Daninhas

palestra-1Entre os dias 22 e 26 de agosto de 2016, aconteceu o XXX Congresso Brasileiro da Ciência das Plantas Daninhas, na Expo Unimed, em Curitiba – PR. Foram publicados mais de 800 trabalhos científicos relacionados com herbicidas e plantas daninhas. O GAPE Matologia, grupo de pesquisa do campus Machado, esteve presente, com a participação do seu Coordenador, professor Saul Jorge Pinto de Carvalho e quatro discentes: Jeisiane de Fátima Andrade, Jéssica Cursino Presoto, Luciano Bueno Mançanares e Renato Coradello Lourenço.

A equipe do campus apresentou seis trabalhos científicos, todos na forma de pôster:

“Predição do desenvolvimento fenológico de plantas daninhas monocotiledôneas, fundamentada na equação de primeiro grau” – Trabalho apoiado pelo Campus Machado por meio de bolsa de Fomento Interno, concedida ao aluno Renato Coradello Lourenço – 10º período de Agronomia;

“Seletividade de tembotrione aplicado em diferentes estádios fenológicos da cultura do milho safrinha” – Trabalho de conclusão de curso desenvolvido pelo estudante Luciano Bueno Mançanares – 10º Período de Agronomia;

“Seletividade de tembotrione aplicado em diferentes estádios fenológicos da cultura do milho safrinha” – Trabalho de conclusão de curso desenvolvido pelo estudante Luciano Bueno Mançanares – 10º Período de Agronomia;

“Controle de milho voluntário na soja Roundup Ready” – apresentado pelo docente Saul Jorge Pinto de Carvalho;

“Eficácia e interação de misturas de glyphosate e metsulfuron-methyl: I. capim-amargoso” – Trabalho contemplado com Bolsa Fapemig pelo IFSULDEMINAS, apresentado pela acadêmica Jeisiane de Fátima Andrade, 6º Período de Agronomia.

“Eficácia e interação de misturas de glyphosate e metsulfuron-methyl: II. corda-de-viola” – Trabalho contemplado com Bolsa Fapemig pelo IFSULDEMINAS, apresentado pela estudante Jéssica Cursino Presoto, 6º Período de Agronomia.

“Armazenamento de calda pronta de glyphosate puro, em mistura com atrazina ou 2,4-D” – Trabalho de conclusão de curso de Jonathan Miguel Matoso e Michele de Souza, ambos formados em Agronomia.

O professor Saul Carvalho ainda proferiu duas palestras no evento, relacionadas com as plantas daninhas do gênero Amaranthus. Os temas foram : Amaranthus palmeri: novo problema da agricultura brasileira e Identificação de espécies de plantas daninhas do gênero Amaranthus, ministradas em dois dias.

De acordo com Saul Carvalho, “o evento foi uma ótima oportunidade para atualizar os conhecimentos na Ciência das Plantas Daninhas, mantendo contato com pesquisadores e demais autoridades na área. Os alunos puderam vivenciar a ciência, além de visitar os estandes, conhecer professores e profissionais da área, realizar contatos com as empresas e, principalmente, apresentar os trabalhos científicos desenvolvidos no campus Machado”.

Os trabalhos publicados no evento podem ser consultados no seguinte link: http://www.cbcpd2016.com.br/?secao=conteudo&id=69